Aerolito

Ai que e a historia: eles (os seres que pilotavam os objetos luminosos) nao poderiam ser russos, porque por mais avancada que fosse a tecnologia que os russos tivessem na epoca, ninguem seria capaz de produzir queimaduras num ser humano daquela forma."

*Um objeto desconhecido vindo desesperadamente em direcao a terra, com uma velocidade que transcende em muitas escalas a da luz. Talvez essa possa ser a metafora perfeita para definir essa banda, que nao veio do espaco, mas segue na cena paraense como alienigenas, trazendo um som novo e repleto de influencias. Virus sonoro, causador de alucinacoes e danos permanentes.

O AEROLITO tem como base um post-hc rapido e experimental, mesclado com sons cools como jazz, blues e folk rock. Aliando toda essa teoria a uma equacao de berros, riffs, porradas e rufadas, e impossivel imaginar (dentro da limitada mente humana) que todas essas diferencas possam se interligar. Mas isso que torna esse AEROLITO unico na cena papa-xibe.

A formacao segue a formula de um quarteto composto por vocal, guitarra, baixo e bateria, cujas formas humanas atendem pelos nomes respectivos de Beto Gota, Luis Sick, William Pereira e Jr Dusik; influenciados por At The Drive-in, Alexisonfire, Underoath, Maylene and The Sons of Disaster, He is Legend, John Fogerty, George Benson, Ray Charles, Killswitch Engage e Musica Popular Brasileira.

Aliengenas ou nao, essas quatro mentes insanas continuam nessa incessante busca onde sua equacao e letal e o resultado e um som explosivo aos mil pedacos, tentando mostrar que rockin roll nao e feito por rotulos, e sim pela liberdade de criar."

Isso foi o que a Aeronautica me solicitou a vida inteira para que eu dissesse. Nao existiu histeria coletiva e muito menos alucinacoes visuais coletivas. A psiquiatria prova que nao. Voce pode ter problemas misticos coletivos nos quais as pessoas se suicidam em massa. Mas ninguem pode ter o mesmo delirio, a mesma alucincao visual, auditiva ou senestesica, ao mesmo tempo e em locais diferentes."

*Preparem-se para o impacto!!
* Relatos de Wellaide Cecim Carvalho sobre a aparicao de OVNIs, em Colares-PA, na decada de 70.

Baixe aqui o EP "Aerolito"