Eternal Darkness DCLXVI

A horda Eternal Darkness DCLXVI (ex-Master Satan) teve sua origem no ano de 1993, na cidade de Belém do Pará. O baixista e vocalista Master Nocturnal fundou o Master Satan, quem em 1996 lançou a DT “Master Satan: The Emperor of The World”. A banda seguiu com esse nome até o ano 2000, apresentando uma nova e poderosa formação, onde no momento estavam estabilizados como um trio e sendo responsável por uma demonstração abissal e incendiária, quando o modifica para Eternal Darkness DCLXVI, que lançou em 2001 a DT “Perverse Black Goat”, o intuito era dar continuidade sem concessões, à profanação já feita, só que apresentando uma maior musicalidade por parte dos membros, o que indiscutivelmente ocorre até o momento atual.
Do início até hoje a formação da banda já sofreu vinte e sete alterações, ou seja, vinte e nove guerreiros ajudaram a erguer com sangue, suor e blasfêmia tanto a horda como a escuridão bélica.

No ano de 2002, no Audio Mix Studio, Master Nocturnal (baixo/vocal), Lord Maligni Prophanous (guitarra) e Possessed by Hate (bateria), deram vida a sua égide (full lenght álbum) com a denominação de “Magnificent Spiritual Philosophy Of Darkness” com oito hinos sacrílegos sob os títulos: Sacrificed By Profane Reign, The Mighty Attack Of Evil, Jeovah's Deception, Sinner Roaming Souls Satans Prisioners, God Of The Moon And The Dark Forest, Perverse Black Goat,Magnificent Spiritual Philosophy Of Darkness, Infernal Divinity, obra esta bastante elogiada pelas revistas especializadas, zines e público. A tiragem de 1000 cópias foram distribuídas às principais revistas do Brasil e exterior, zines, selos, prods, distro, mags, revistas, etc... rendendo a banda bastante elogios.

Em 2003, seguindo como um power trio, Master Nocturnal (baixo/vocal), Impure Mostellum (guitarra) e Tenebraum Lucifer (bateria) começaram a gravar o segundo álbum, o novo opus desta vez viria mais veloz e violento que os anteriores, além das músicas bônus da 1ª DT, porém, este line-up não durou muito tempo e sofreu mais uma reformulação. Saíram Impure Mostellum e Tenebraum Lucifer para dar lugar a Dark Fallen Angel (baixo) e Lord Mallignus Metallicus (bateria), além de marcar o retorno do guitarrista Lord Maligni Prophanous à banda.

No ano de 2004 lançaram a compilação, “Under The Sign Of Metal” – Underground Compilation Vol. 1 pela Vergasta Rec., Anaites Comp. Vol. 1 pela Anaites Rec. e ainda no mesmo ano lançaram “Das Profundezas Clama Ti”, Vol. 1, em 2005 e lançaram pela Hass Records, Vol. 1, Forever Obscure Black Metal Compilation, Vol. 1, ainda no mesmo ano pela Mutilation Rec. lançaram Lucifer Rising, Vol. 5. Renderam à banda celebrações diabólicas com várias bandas nacionais e internacionais como: Malevolent Creation, Cannibal Corpse, Rotting Christ, Korzus, Funeratus, Nephast, Pathologic Noise, Imperious Malevolence, Ancestral Malediction, Andralls, Zorates, Recidivus, Decomposed God, Drowned, Pactum, Ocultan, Disgrace and Terror, Unearthly, Mortifier Rage, By War, Dark Opus, Uraeus. Anarkon, além de participação nos festivais: Brutal Devastation (MG), Cotiagonia (SP), Forcaos (CE) e nas cidades de São Luiz e Santa Inês (MA), Macapá (AP), Portel (PA), Tucuruí (PA), Santarém (PA), entre outras.

A horda finalizou a gravação do seu 2º "Opus" em dezembro de 2006, a previsão de lançamento é para o primeiro semestre de 2007 e que se chamará “The Great Battle Of The Apocalypse”, dentre as novas músicas presentes estão: Satan's Supreme Wisdom, The Great Battle Of The Apocalypse, My Father Satan, Demogorgon, Fatal Flames, The Apollion Demoniacal Arch e Son Of The Belphegor. A arte gráfica do álbum está a cargo do conceituado Alcides Jr. (BurnArt) que já fez a arte de várias bandas de ponta, como Torture Squad, Sanctfier, Malefactor, Executer, Disgrace and Terror, Queiron entre outras.


Baixe aqui o álbum “Magnificent Spiritual Philosophy Of Darkness

Baixe aqui o álbum "The Great Battle of The Apocalypse"